Bairro dos Livros | Festival de Poesia e Música de Vila Nova de Foz Côa 2019
16594
portfolio_page-template-default,single,single-portfolio_page,postid-16594,ajax_fade,page_not_loaded,,vertical_menu_enabled,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1,vc_responsive

Festival de Poesia e Música de Vila Nova de Foz Côa 2019

Data
Categoria
Assessoria de Imprensa, Comunicação, Curadoria, Eventos e Animação Cultural, Gestão de Redes Sociais, Portfólio, Programação e Gestão Cultural de espaços e projetos
Tags
festival de poesia e música de vila nova de foz côa, festival literário, foz côa, manuel alegre, música, poesia
Sobre o Projeto

No Dia Mundial do Livro arrancou a edição de 2019 do mais antigo festival de poesia do país. O Festival de Música e Poesia de Foz Côa, o mais antigo festival literário do país, cofundado em 1984  por Jorge Maximino, Egito Gonçalves, E.M. de Melo e Castro e João Rui de Sousa, esteve de regresso, de 23 a 27 de abril, com uma homenagem a Manuel Alegre,  sessões de poesia, performances, concertos, debates e apresentações de  livros.
As comemorações do 25 de Abril com espetáculos de poesia e música,  assim como a homenagem a Manuel Alegre, “Poeta da Liberdade”,  incluindo comunicações de personalidades como Arnaldo Saraiva, Eduardo  Lourenço e Guilherme d’Oliveira Martins, foram os pontos altos de um  programa em cheio, que contou ainda com a participação de Rosa Alice  Branco, Casimiro de Brito, Luís Quintais, Paulo Sucena, Adélia  Carvalho, Rui Spranger, Daniel Rocha, Raquel Patriarca, Ana Margarida  Ramos, Maria Estela Guedes, João Pedro Gama, Sérgio Almeida, Aurelino  Costa, José Viale Moutinho, entre outros. Destaque ainda para a forte  presença dos escritores nas escolas, com comunicações e oficinas  dedicadas aos alunos, componente que tem vindo a marcar a história  mais recente do evento, num ambiente informal que invade Foz Côa para  celebrar a Poesia e a Música.
Como tem vindo a acontecer em edições anteriores, o festival assumiu,  cada vez mais, um caráter internacional, acolhendo, em 2019, por  exemplo, a atuação do Coro Del Collegio Universitario Mazza-Padova. A  parceria com a Universidade de Turim deu lugar à apresentação do 2.º  número da Revista Submarino, dedicada à obra poética de Herberto  Helder e à sua receção em Itália. Do programa fez ainda parte uma sessão com o poeta Marco Fazzini, promovida em parceria com a  Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço, na Guarda.
De Lisboa, vieram os Poetas do Povo com o espetáculo de música e  declamações “A Poesia das Revoluções”. A Poetria, do Porto, única  livraria especializada em Poesia e Teatro na Península Ibérica, assinou  pela primeira vez uma feira do livro dedicada ao longo de todo o  festival, que se realizou no Centro Cultural de Foz Côa.
O Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Faculdade  de Letras de Lisboa (CLEPUL) foi parceiro do evento, com a participação  num conjunto de conferências do Ciclo “Poesia e Poéticas face à  História”.
Programa integral em https://bit.ly/2Vup0ks

O Bairro dos Livros foi responsável pelo Apoio à Programação e Comunicação do festival.